por José do Vale Pinheiro Feitosa




Viva junto à alma mais próxima e compreenda que a proximidade é a medida da distância. Que a distância que os separa é este movimento maravilhoso da matéria e da energia. A maravilha é apenas esta surpresa porque esta proximidade é tão diminuta entre os dois e é a inesperada distância.

José do Vale P Feitosa



sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Esqueça-te - José do Vale Pinheiro Feitosa

video

Um comentário:

socorro moreira disse...

Poema lindo demais!
è mesmo preciso esquecer e voltar pra lembrar.
Rio é sempre janeiro, mas não somos os mesmos.
Na paz cor-de-rosa que mescla o azul, respiro e inspiro luz!