por José do Vale Pinheiro Feitosa




Viva junto à alma mais próxima e compreenda que a proximidade é a medida da distância. Que a distância que os separa é este movimento maravilhoso da matéria e da energia. A maravilha é apenas esta surpresa porque esta proximidade é tão diminuta entre os dois e é a inesperada distância.

José do Vale P Feitosa



sábado, 17 de janeiro de 2015

Marchinhas ao Twitter - José do Vale Pinheiro Feitosa

video
Rei Zulu - Nássara e Antonio Almeida - BLECAUTE

REI ZULU
O pré-capitalismo da janela na chapa quente do capitalismo. Escutava um mundo onde o capitalismo ainda não chegará.

O Rei Zulu. Nos limites das relações dele mesmo. Sem a interveniência do dinheiro como seduzem, se amam, comem e dormem embaixo de um teto.

E tem mais ele namora atrás do murundu.

video
Pai Adão - Antonio Soares, Hélio Nascimento, Agenor Madureira - ALCIDES GERARDI

Pai Adão
Nunca amou um compromisso. Um cartório com firma reconhecida. Sem testemunhas e celebrantes.

Amou o corpo. Apenas ele. Não uma leva de parentes e aderentes. A tornar grupal aquilo que apenas o desejo entre eles.
video
Pedreiro Valdemar - Roberto Martins e Wilson Batista - BLECAUTE

Pedreiro Valdemar
Você conhece? Ele levanta o céu e não tem indulgência para entrar. Reza, esfola os joelhos, derrete velas, mas não se encontra entre os escolhidos.

Ele construiu um puxado para os de pouca poupança purgar as falhas da vida. E detendo tão pouca, no purgatório não pode entrar.

Ajudou nos alicerces do inferno, mas o negócio por lá é de alto cacife e nem no inferno pode morar. 

E agora?

É o pedreiro Valdemar que não tem onde morar.
video
A Lua é dos Namorados - Armando Cavalcanti, Klécius Caldas e Brasinha - ÂNGELA MARIA.

A lua é dos namorados
E foi quando na prateleira da mercearia se podia comprar Lua a granel. Levar um eclipse por embrulho. Uma alça da espada de São Jorge para sair da cidade pelos caminhos levando seu retalho.

A vitória do império foi a lua. A mesma lua dos namorados agora tinha dono com bandeira fincada e tudo.

E cercaram a Lua para vender aos lotes.

video
Máscara Negra - Zé Keti e Armando Cavalcanti - DALVA DE OLIVEIRA

Máscara Negra

Por que a alegria se banha em lágrimas? Está fazendo um ano foi no carnaval que passou. Eu quero matar a saudade. Deixe que hoje é carnaval, beijar e não levar a mal.

O carnaval são estes encontros marcados, plenos de desencontros. Cheio de marchas rancho para expor tal tristeza.

video
Até Quarta-Feira - Umberto Silva e Pedro Sete - DISCO DE MARCHINHAS

Até Quarta-Feira

Meu bem, meu querer, meu duplo, vamos brincar separados. Não tem problema até se passarem três dias. Até quarta-feira.

E se o acaso nos encontrar não o transformaremos em necessidade. Um pra lá e outro pra cá. Assim como se nunca nos houvesse criado esta fantasia.

Pelo menos que seja até toda a tristeza desta canção chegar ao fim.

video
Voltei! - OSVALDO NUNES

Voltei!


Voltei! Aqui é meu lugar. A saudade era maior e voltei para ficar. 

SERENATA CONTÍNUA....









2015 reflexão nr.3- por socorro moreira

Fechando ciclos. A angústia se repete, seguida de um grande alívio. A gente vai perdendo o medo de viver,  em consonância  com a certeza de todas as perdas.
Os ganhos são antecipados  ou nunca pagos?
A matemática brinca no conjunto das complexidades. Em qualquer fase da vida vivemos  de alternâncias: sustos, alegrias, emoções, desesperança, e por fim,uma força maior, que vem não sei de onde...Ou sabemos?
Não chego a recuperar-me  das baixas materiais. Todo dia, uma pessoa amiga viaja  pro desconhecido, um plano espiritual que eu desejo que exista. Rejeitamos o luto, mas ele se faz necessário.. Tem permanência de eternidade, mas logo  um sorriso volta a se espelhar.
Não é pra isso que nascemos? Porque  só aceitamos a vida em margens plácidas?
A cabeça acorda do seu cochilo, e surgem algumas saídas. O peso da idade limita atitudes, mas fortalecem  opções sensatas,.na balança do comportamento humano.A as dores são compreendidas, mas os fatos ainda provocam indignações ou rebeldias. A morte é paz! Ou a paz pode ser construída com tantas experiências de vida?
Fecham-se os ciclos. Muitos recomeços, mas  algo  fica, em expansão  universal.

2015, transforma os erros em acertos. Implora pelo alinhamento e cumplicidade dos Planetas.
Presenteie  os nossos amigos com notícias animadoras que provoquem  felicidades.
Se a gente  vai se encontrar noutros  planos, que possamos nos harmonizar por aqui, para que o nosso destino não seja violentado.

Uma música , antes que a madrugada termine...



Compartilhando

  1.  
- Os poetas dizem tudo e mais um pouco numa brevidade de tempo e espaço impressionante. Os poetas são artistas: verdadeiros filósofos, historiadores, cientistas, arautos, filhos legítimos dos deuses, benditos adivinhos...
O SOBREVIVENTE
A Cyro dos Anjos
...
"Impossível compor um poema a essa altura da evolução da humanidade.
Impossível escrever um poema - uma linha que seja - de verdadeira poesia.
O último trovador morreu em 1914.
Tinha um nome de que ninguém se lembra mais
Há máquinas terrivelmente complicadas para as necessidades mais simples.
Se quer fumar um charuto aperte um botão.
Paletós abotoam-se por eletricidade.
Amor se faz pelo sem-fio.
Não precisa estômago para digestão.
Um sábio declarou a O Jornal que ainda falta muito para atingirmos um nível
razoável de cultura.
Mas até lá, felizmente, estarei morto.
Os homens não melhoraram
e matam-se como percevejos.
Os percevejos heroicos renascem.
Inabitável, o mundo é cada vez mais habitado.
E se os olhos reaprendessem a chorar seria um segundo dilúvio.
(Desconfio que escrevi um poema)"
(CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE)
Ver mais
  •