por José do Vale Pinheiro Feitosa




Viva junto à alma mais próxima e compreenda que a proximidade é a medida da distância. Que a distância que os separa é este movimento maravilhoso da matéria e da energia. A maravilha é apenas esta surpresa porque esta proximidade é tão diminuta entre os dois e é a inesperada distância.

José do Vale P Feitosa



terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Nós e os Outros - José do Vale Pinheiro Feitosa

O significado das regras, normas e da ética entre os seres humanos é relativo à dinâmica de suas classes, das etnias e da cultura. É impossível uma norma absoluta mesmo as mais gerais que protegem a vida não o são. Por exemplo, a clássica das tábuas de Moisés: "não matarás." Protege a vida, mas sempre foram relativizadas com a legítima defesa, com as guerras de proteção territorial e religiosa. 

O texto abaixo acompanhado da belíssima melodia O Moldava do compositor checo Bedrich Smetana relativiza duas categorias muito comuns nas parábolas que ainda circulam nos tempos atuais. São o guerreiro e o monge. A força, o ímpeto e a ousadia versus a sabedoria, a prudência e a paciência. Onde estas coisas relativizam-se? É quando a virtudes e defeitos de cada uma trocam de sinal entre si.

video
   

Nenhum comentário: